This site uses cookies and other tracking technologies to provide you with our services, enhance the performance and functionality of our services, analyze the use of our products and services, and assist with our advertising and marketing efforts.

Cookie Policy   Privacy Notice

Visit http://www.esabna.com/ for more information about our products.

Como usar o maçarico com segurança?

Print Print


Para uma operação segura com equipamentos oxicombustíveis, é necessário estar atento para algumas orientações. Elas são essenciais para que os processos ocorram de maneira eficiente e, principamente, com segurança para o operador.


Sendo assim, fique atento para os procedimentos seguintes:


- Observe se há vazamento nas mangueiras, reguladores e no maçarico. Nunca opere o equipamento com vazamento.

- Verifique se há contaminação dos equipamentos por graxa, óleo ou outros derivados de petróleo. Limpe-os antes de liberar o fluxo de gases nos reguladores. O oxigênio quando em contato com estes derivados, proporciona combustão espontânea.

- Desenrole a mangueira a ponto de permitir mobilidade na operação. Não permita que a mesma dobre durante o uso.

- Certifique-se da presença de válvulas corta fogo nos reguladores e nos maçaricos. Evite operar equipamentos sem estes dispositivos de segurança, que são obrigatórios conforme a NR 18.

- Verifique o estado do bico de corte. Caso esteja com respingo de metal na extremidade, faça a desobstrução dos furos com um agulheiro adequado, nunca com arame. Substitua o bico se estiver amassado ou obstruído definitivamente.

- Antes de iniciar a operação, confirme a espessura da peça a ser cortada e qual é o bico recomendado para tal operação, conforme tabela do fabricante.

- Ao identificar o bico de corte, verifique se o maçarico e o bico possuem o mesmo padrão. Caso contrário, o assentamento do bico na cabeça do maçarico é imperfeito, o bico fica folgado, “mancando” na sede. Utilize sempre o bico no padrão correto. Nunca insista em ajustar o bico aplicando mais força na porca de fixação, esta operação causa danos irreversíveis ao equipamento.

- O ajuste entre o bico e a cabeça do maçarico dispensa o uso de “vedantes” como fitas teflon, entre outros.  Caso haja vazamento, não use o equipamento, corrija-o antes de acender o maçarico.


* NR 18 - É obrigatória a utilização de válvulas corta fogo na saída dos reguladores de pressão e nas entradas dos maçaricos oxicombustíveis.


- Regule as pressões de oxigênio e gás (Acetileno/GLP/Gás Natural) dentro das faixas recomendadas pela tabela do fabricante para cada tipo e modelo de bico de corte.

- Ao perceber perda de pressão durante o uso do maçarico, verifique se há obstrução nas válvulas corta fogo. Para isto, teste o maçarico, ascendendo-o com uma nova válvula. Compare a operação da nova válvula com a válvula antiga, caso a nova funcione normalmente, possivelmente a antiga apresentava obstrução. Neste caso, substitua a antiga válvula. Não opere sem ela. A válvula possui um filtro sinterizado, de malha muito fina, que retém as partículas de impurezas provenientes da oxidação da rede ou do ressecamento das mangueiras. A válvula substituída deve ser descartada.

- Caso algum regulador apresente defeito nos manômetros, substitua-o antes de iniciar o uso do maçarico. Este é o único instrumento de aferição no processo. Despressurizado, o manômetro deve indicar pressão ZERO.

- Em caso de retrocesso de chama, “engolir fogo”, reduza de forma gradativa os gases e em seguida feche o oxigênio e depois o gás combustível. Identifique e corrija a causa do retrocesso antes de reiniciar o trabalho.

- Se após o retrocesso o maçarico apresentar passagem direta de gás combustível ou oxigênio, não reinicie a operação. Quando há um retrocesso de chama de maior intensidade, a válvula do oxigênio de corte funciona como um fusível, ela se deteriora, impossibilitando o retorno à operação. Encaminhe o maçarico para uma inspeção minuciosa na manutenção ou na assistência técnica.


ATENÇÃO!

- Muitos acidentes são causados pela falta de atenção em itens básicos de utilização, geralmente induzidos pela “pressa” em finalizar ou reiniciar o trabalho.

- Realize sempre uma inspeção antes de iniciar uma operação ou após um retrocesso de chama.

- Lembre-se. Sua segurança vale mais do qualquer tempo gasto em uma breve inspeção.

Dicas Operacionais para Oxicombustíveis


LEMBRE-SE!

Sua segurança deve estar sempre em primeiro lugar!

FIQUE ATENTO E SIGA AS ORIENTAÇÕES.